Pesquisar este blog

sábado, 8 de outubro de 2016

Amores Destruídos


Onde havia tanta esperança, hoje vaga um espaço, onde havia euforia e prazer, existe ódio e pensamentos incompletos. Amores destruídos por orgulhos, faíscas de melancolia, havia tanta vida e promessas, hoje um hiato, uma sutil vontade de morrer. Pedaços se partem e o coração tenta desmentir o que não volta, aquilo que já não exista mais. O que ontem era esperança, hoje são lembranças que escorrem entre os dedos. Amores destruídos, vidas em sentidos opostos, o amor se tornou a última coisa a se acreditar. Onde havia tantos rostos e cumplicidade, agora existe apenas o silêncio de quem um dia foi apenas um só.


Written By: Karrike Bongiovi  
08/10/2016- 15:09 (Sab)
Postar um comentário