Pesquisar este blog

sexta-feira, 29 de abril de 2011

É tarde demais para esquece



É tarde demais para esquecer, agora eu estou dentro de tudo em você, então se permita ser feliz, não ligue para as coisas passadas, é horas de viver dias melhores, você como eu precisa disso.
É tarde demais para voltar atrás, você invadiu meu coração e me deixou sem sentido, me deixou sem ar, então o que te custa para ser feliz?
O amor está diante dos nossos olhos, expulse os medos e as magoas do seu peito, diga que sim e pronto se prepare para mudar o seu mundo, eu estou viajando nessa sua história, transbordando de pensamentos bons, então não deixa isso se apagar em mim.
É tarde demais para esquecer o seu sorriso, o que eu não daria para dizer isso olhando dentro dos seus olhos, que tal fazermos o que o coração manda, você está pronta, porque eu estou, eu preciso dessa sua luz para brilhar também, então vamos escrever mensagens positivas, e pintar o céu de cores vivas e distintas.
É tarde demais pra se arrepender, vamos olhar para o futuro, seguir as pedras, fazer aquilo que guardamos em nós e nunca fizemos, a horas é essa.


Written By: Karrike Bongiovi
29/04/2011 - 15:59
(Sex)

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Eu sou apenas uma lembrança para o seu infinito


Falta você aqui. Falta você aqui para vê o meu sorriso sincero, houveram momentos onde o silêncio era maior do que tudo em mim, talvez só não fosse maior do que o vazio, mas agora eu estou bem, construindo nos meus passos novos rumos, eu precisei enxugar essas lágrimas, precisar acreditar mais em mim e fazer o mundo acreditar junto.
Estou bem melhor agora, eu nunca vou esquecer, mas é preciso seguir em frente e conquistar novas montanhas, Deus é testemunha de todo o meu sofrimento, ele me acompanha sem me deixar para trás, infelizmente você deveria saber que eu sou apenas uma lembrança para o seu infinito, sou um estrela e você é meu anjo.
Faltava fé, mas eu precisei de uma segunda chance, precisei de novas razões para prosseguir, a chuva apagou boa parte das lembrança, talvez eu tenha encontrado novas possibilidades para não desistir, agora as coisas começam a fluir, eu abro os braços para um infinito diferente, já não falta mais nada, talvez porque não tenha sobrado nada para guardar, eu vou continuar caminhando em busca de coisas novas, de coisas que irão me mudar e mostrar o quanto sou capaz de acreditar na força que existe dentro do meu coração.


Written By: Karrike Bongiovi
27/04/2011 - 0:11
(Qua)

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Um Dia



Você pode ir
Pode começar tudo de novo
Pode tentar achar um meio de fazer outro dia passar
Pode se esconder
Segurar todos os sentimento dentro de si
Pode tentar seguir em frente quando tudo que você mais
quer é chorar

Talvez um dia entenderemos tudo isso
Tentar por um fim a todas as nossas dúvidas
Tentar achar uma maneira de melhorar as coisas agora
E talvez um dia
Viveremos as nossas vidas em voz alta
Estaremos melhores de alguma maneira
Um dia

Agora espere
Tente encontrar outro erro
Se você jogar tudo fora
Então talvez possa mudar de ideia
Você pode fugir
E quando tudo estiver pronto e acabado
Você pode emitir uma luz em tudo à sua volta
Cara, é bom ser alguém

Não quero esperar
Só quero saber
Só quero ouvir você me dizer
Dar direto para mim
Mas me dizer devagar

Talvez um dia
Entenderemos tudo isso
Vamos por fim a todas as nossas dúvidas
Tentar achar uma maneira de sentir melhor agora

Às vezes não percebemos muito bem
O quão bom pode ficar
Então talvez devêssemos começar de novo
Começar tudo de novo.


video

sábado, 23 de abril de 2011

Sua Presença no meu Peito


De que orgulho você se refere, a gente já passou disso, somos livres, não devemos nada e nenhuma explicação a ninguém, então me dá uma chance de me encontrar com você, me dá um sinal, ontem eu chorei no meu travesseiro, eu senti seu cheiro pelo quarto, senti sua presença no meu peito, eu não estava sonhando, estava sentindo você segurando a minha mão e acalmando a minha alma.
Desculpa se tenho apenas pernas para correr atrás de você, eu gostaria de ter asas, mas seu mundo parece ser tão distante, meu olhar muitas vezes parece perdido, nós parecendo deslocados sobre nossos pés, sabe isso é saudade, esse é meu jeito de te dizer pela milionésima vez que amo você, mesmo com tudo que nos envolve, mesmo com todas as amarras e distancias, eu não me importo em pedir perdão.


Written by: Karrike Bongiovi
23/04/2011 - 13:29
(Sab) 

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Em um lugar onde não existe dor


Eu gostaria de andar num lugar onde não houvesse dor, gostaria de conhecer pessoas que não me maltratassem ou achassem que eu sou um bobo, estou cansado de ser gentil, pois aqui que é gentil é considerado idiota, as pessoas gostam de gente grosseira, eu odeio pessoas sem conteúdo próprio, pessoas que necessitam expor suas vidas em redes sociais, colocando fotos com se fossem vitórias de sei lá o que, talvez tenham que provar algo neste mundo de faz de conta, muitas vezes nem sabem o que são por dentro, só mostram sorrisos e photoshop. 
Eu gostaria de andar num lugar onde houvesse gente original, onde não houvesse pessoas para notar o modo que você se veste ou que falam de você quando você dá as costas, estou cansado da mesmice, muita gente acha estranho que eu não goste das musicas populares e dos uísques em festas, que eu não pegue um racha com meu som alto, talvez eu seja normal demais ou esteja num mundo errado.
Eu gostaria de um pouco mais de respeito, gostaria de conversar com pessoas sinceras, não com gente invejosa ou recalcada, existe pessoas capazes, mas existe milhões de idiotas querendo se dá bem onde todos veem que ela está errada.
Eu gostaria de escrever melhor, dizer as palavras que muitos precisam, mas descobrir que poucos leem, porque preferem mostrar o quanto são famosas, sei que não é todas as pessoas, mas a maioria tem um carência, tentam a todo custo ser celebridades e acabam se ofuscando na sua falta de luz.
Eu gostaria de encontrar a paz e o silencio que meu corpo e minha alma tanto precisam, eu gostaria de viver em um lugar onde não existe dor.


Written By: Karrike Bongiovi
13/04/2011 - 22:52
 (Qua)

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Sou eu me despindo da tristeza


Eu sou um ser imperfeito, cheio de erros e dores, alguém buscando luz, eu vivo num turbilhão de dores e medos, abro meu peito e digo a todos, eu mentir muito, amei demais e vivi num mundo de fantasias, eu perdi grandes amores, eu roubei e destruí muitas vezes, vivi momentos únicos que coisas que passaram e eu fui esquecendo, pessoas maravilhosas que conheci e que se foram, eu comecei a fumar aos 21 e beber nem me lembro quando comecei, tenho amigos irmãos, o mundo me condenou quando resolvi falar a verdade, me condenou quando eu quis crescer, porque muitos esperam que eu fracasse, que eu esqueça de fazer o que é certo, eu já chorei no travesseiro, tive dores que eu achava preferível morrer do que sentir aquilo, eu perdi meu sorriso muito cedo, algumas pessoas me fizeram esquecer o que era o amor, mas não foi só as namoradas, foram parentes, foram pessoas que eu tanto confiava, eu já fui humilhado, eu dancei em meio a uma multidão, eu já me sentir um rockstar, eu caminhei sozinho procurando alguém para conversar, já escrevi minha vida triste e sem glória num blog, existe algo em mim que tem esperança, eu não busco liberdade, não busco alegria, busco uma mudança, eu costumava ir às igrejas rezam, pedindo um milagre, queria salvar minha alma dessas dores e de todas os ressentimentos que queimam meu peito, quero me curar de todas as vergonhas e humilhações que já vivi, há cicatrizes que nunca irão se curar, eu apanhei com palavras, fui chamado de inútil, de vagabundo, perseguido por mães e pais que me achavam pobre demais para suas filhas, então para que procurar razões e explicações para todas essas lutas internas, eu já tomei antidepressivos que destruíram muitos dos meus sonhos, eu sentava solitários nas praças que olhar os casais felizes enquanto por dentro eu morria, as pessoas que amei  foram embora ou morreram, eu sorri e nesses muitos anos cultivei histórias boas que de nada contam, porque foram momentos isolados, eu tenho a pele marcada pelas agulhas e toda a insulina que me maltrata e me cura ao mesmo tempo, eu vivo há 26 anos que essa doença, e muitos ainda me perguntam o porque dos textos tristes ou porque é tão difícil se sentir feliz, eu fiz as coisas muito depois dos outros, passei anos vivendo na adolescência, anos que eu deveria ter amadurecido, eu não busco salvação e nem elogios, quero seguir meu caminho errado e acertando, sou imune a criticas, sou alguém comum, uma pessoas junta a sentimentos saudosistas, não sou destrutivo, sou apenas alguém cheios de idéias geniais sendo desperdiçado pela sorte de dias, estou apenas procurando o meu lugar, eu pareço um personagem de história em quadrinhos uma hora o Peter Parker e em outro o Homem Aranha, eu faço as pessoas sorrirem e tento sorrir junto mais não dá, lá dentro no fundo do meu coração eu sei que falta algo, falta um amor materno, falta um amor paterno, acho que eu tenho um excesso de magoa pulsando dentro do meu peito, eu sou um exagerado, alguém sem limites, sou 8 ou 80, sou uma criança que esqueceu de sofrer e eu sofro porque eu não aprendi a crescer, ninguém me ensinou o caminho das pedras, nunca me disseram o que é certo ou errado, sou uma pessoa carente de amor, alguém que precisa de uma familia com filhos e alegria e força para cuidar deles, eu estou me descobrindo nessas palavras, estou descobrindo o porque de tantos medos, eu nunca os encarei de frente, sempre deixei para o outro dia, não há glória na tristeza e nem nas palavras de morte que sempre escrevo, mas eu preciso de limpeza, eu já fui feliz, em alguma época da minha vida, talvez eu tenha esquecido, mas eu ainda jogo bola com meu primo, eu ainda sei beijar na boca, eu ainda sou um sonhador, hoje estou me despendido de toda a tristeza, estou amadurecendo, encontrando um novo rumo e encontrando o desconhecido.


Written By: Karrike Bongiovi
11/04/2011 - 23:16
(Seg) 

Entrave


Por que você me maltrata tanto? Eu apenas te amo. 
Eu não vou saindo pela porta correndo e esperar que você me receba com flores e braços abertos.
Sou apenas um homem simples, que permanece aqui vivendo dias normais.
Eu te amo, mas isso não me impede de eu ter outros amores e viver em um nova vida.
Por  que eu ainda me permito ficar triste, eu não tenho motivo para isso.
Eu só espero uma manhã de alegria ou uma tarde ensolarada em meio a sorrisos.
Acho que sou mesmo vivendo momentos errados e não olhando para as pessoas ao meu redor.
Eu não tenho esse orgulho bobo que algumas cantam por ai, eu sou livre nos meus sentimentos, mas falta uma coisinha a ser ajeitada, o tempo não cura as feridas, mas cicatriza.
Eu apenas te amo, mas eu posso sentir esse sentimento, mesmo que você nem saiba disso, porque você esqueceu o quanto eu foi seu, o quanto não queríamos esse fim, se realmente tudo teve fim.
Então por que você ainda me maltrata tanto?
Talvez isso seja minhas velhas loucuras ou algo certo que eu devo procurar sem medo de se perder ou sofrer mais, então diga sim e eu estarei ai no momento mais difícil, mas também se não for sou dono dos meus sentimentos, essa entrave um dia precisa ser desfeita.


Written by: Karrike Bongiovi
11/05/2011 - 0:15
(Seg)

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Estou Olhando para Você


Quem sabe se houvesse uma mulher como você e me ajudasse a esquecer todo o mal que sempre está presente nos meus textos, eu preciso de alguém para uma nova chance, mas me diz onde você está, talvez seja você, talvez não. Você quer meu coração limpo, estou lavando ele para você entrar, mas se entrar se segure, sou capaz de te fazer viver novas fases, sorria para mim e me deixe amar você, eu sou feliz ao seu lado, mesmo com todas as minhas bobagens, estou escrevendo para você, mulher do sorriso puro, não pense que entendi algo errado, você me vê todos os dias, você chora com meus textos e inclusive você está em alguns deles.
Ei, Eu posso segurar suas lágrimas, adivinhar o numero do seu pé, falar palavrão, acordar seu pai de madrugada, eu posso curar suas dores, mas não com palavras e sim com gestos, muita coisa se foi faz tempo e os altos e baixos são normais, é que estou sozinho, procurando um amor de verdade, daqueles que você vive ele num segundo e parece que durou a vida inteira.
Talvez exista essa mulher, acho que é você, você me defende, quer vê meu bem, condena o cigarro, bebe vodca comigo, me liga reclamando, do seu lado eu não preciso morrer, você traz vida ao meu coração, você ativa as batidas no peito, então porque você acha que eu penso no passado, estou olhando para frente, estou olhando para você.


Written by: Karrike Bongiovi
06/04/2011- 22:36
(Qua)

terça-feira, 5 de abril de 2011

Não, eu não vou abandonar você


Não, eu não vou te abandonar, eu não vou matar esse sentimento que me faz te esperar dia e noite, não, eu não posso deixar isso passar, porque se eu deixar passar algo morreria dentro de mim e a vida talvez perdesse o sentido certo.
Não, eu não vou deixar morrer essa dor que maltrata o meu peito porque se eu deixar tudo vai ser muito vazio, porque de você sobrou apenas as lembranças e esse vão em mim, como eu posso odiar as tardes de domingo, se quando passeio sozinho, eu ainda mantenho esse esperança que muitos já disseram que está morta.
Não, eu não posso deixar de acreditar que um dia eu verei você, por isso eu luto para não ficar cego, eu luto para não morrer num cruzamento, meu peito doi, eu vejo seu rosto em vários lugares e talvez eu ainda morra por isso.
Mas eu não quero morrer sem escutar o perdão da sua boca, eu gostaria que você não me chamasse de monstro, eu sofro todas as vezes que eu penso nisso, eu apenas quero um abraço seu, porque esse foi o único e verdadeiro.
Não, eu não vou abandonar os restos de livros e palavras que você deixou, ninguém entende porque eu vivo calado, eu sinto o peso dessas palavras, eu sinto você do meu lado, então eu sei que posso chorar, mas não posso expulsar essa dor, é uma liberdade sem rumo, é algo nulo.
Não, eu não posso morrer sem te vê mais uma vez, mesmo que a vida tenha mudado tanto, hoje carrego uma dor inexplicável no meu peito, é uma saudade, sou eu sem você num mundo de possibilidades que me cercam.


Written By: Karrike Bongiovi
05/04/2011 - 23:35
(Ter)

Pra Você



Eu quero ser pra você
A alegria de uma chegada
Clarão trazendo o dia
Iluminando a sacada
Eu quero ser pra você
A confiança o que te faz
Te faz sonhar todo dia
Sabendo que pode mais


Eu quero ser ao teu lado
Encontro inesperado
O arrepio de um beijo bom
Eu quero ser sua paz a melodia capaz
De fazer você dançar


Eu quero ser pra você
A lua iluminando o sol
Quero acordar todo dia
Pra te fazer todo o meu amor


Eu quero ser pra você
Braços abertos a te envolver
E a cada novo sorriso teu
Serei feliz por amar você
Se eu vivo pra você
Se eu canto pra você
Pra você.


Paula Fernandes



domingo, 3 de abril de 2011

Minuto de Saudade


Sabe aquele minuto de saudade que dura apenas um segundo, mas que silencia todo o mundo a sua volta e você acaba esquecendo as razões, muitas vezes ele passa pela minha cabeça, ele expulsa lágrimas que comprimem meu coração vivo em dor, e eu posso respirar sem magoas e sem ressentimentos.
Não é fácil escrever sobre dor todos os dias, chega a hora que cansa, você se cansando de tanto lutar contra esse sentimento que te empurra para baixo, e nada é igual, mas acaba sendo como um circulo de loucuras e dias repetitivos.
Eu exorcizo os meus amores, eu mergulho as  fases ruins esquecendo que estou vivendo num mundo onde todo são felizes em fatos e num mundo imaginário, então vem esse segundos de paz onde você  se sente mais confiante, onde o silêncio morre e tudo a sua volta tem cor e é vivo de esperança e fé.


Written By: Karrike Bongiovi
03/04/2011- 23:47
(Dom)