Pesquisar este blog

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Aqui Jaz


Aqui jaz um homem de Kripton que tornou esse planeta o seu lar. Ele protegeu seus habitantes, mesmo quando todos os rejeitavam por ser alguém insensível. Ele era de aço e não tinha cicatrizes, mas chorava quando um de seus irmãos morria, quando não podia chegar a tempo de ser mais forte que um trem ou mais rápido que uma bala. Ele não sangrava, mas seu consolo era esse Sol amarela e quando cansava ele voltava para casa, esperando não ouvi os gritos de socorro. Aqui descansa um herói, sua capa vermelha não será mais flamejante no céu que ele cruzava pra segurar uma bomba ou um meteoro. E agora está no jornal a notícia, a última, entanto uma mulher desconhecida chora, agora ele partiu, não foi a kriptonita que o destruiu, não foi um inimigo mortal, ele partiu com dor em não poder salvar o mundo que ele amava. Aqui jaz o maior herói que existiu, aqui era seu lar e para sempre será lembrando.
Written by: Karrike Bongiovi 25/05/2017-18:05 (Qui)

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Não Há Histórias


Não há histórias, não existem motivos pra dizer adeus, hoje o dia parece bem limpo para uma nova briga. Na noite passada as palavras foram ásperas e não foram feitas de açúcar, entenda onde eu quis chegar. Não há mais tanta dor como antes, não há tanta expectativas, minha vida não é mais uma festa, mas não é por isso que irei me sentir morto. não há pedras para serem chutadas, eu estive aqui nos últimos dez anos tentando dizendo o que milhões precisaram ouvir, não sei sobre o amanhã, não posso mostrar aquilo que já não sou mais, a dor passou e restaram cicatrizes. Não há novas histórias e não vou contar outras velhas, as águas deste rio passaram, os dias me envelheceram. Não há caminhos que me levem a paz dentro desta vida que deixou de ser tão incrível.
Muitos esperaram as respostas para algumas palavras que deixem por aqui, estou bem, eu consegui mudar aquilo que parecia impossível, me odiando ou não eu deixei as flores que plantei morrerem pelo caminho.

Written By: Karrike Bongiovi
02/02/17 - 12:19 p.m

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

O Último Dia Aqui


Numa manhã fria de chorar novembro as coisas não andam bem, existe uma longa estrada que não leva a canto algum e estou na contra mão, me sinto desconfortável, vejo que não há salvação para a minha alma. as noticias vem de todos os lugares, sou uma antena captando os sinais que me cegaram, falta  coragem e falta oxigênio, minha cabeça gira sobre tudo. Aqui está chovendo e no meio deste frio eu sinto o inferno queimar meus pés e derreter meu coração. Estou de mudança, vivendo novas oportunidades que me levaram a canto algum, não sou merecedor destas dores, não criei tantos erros para viver da forma mais humilhante que vivo.

Written By: Karrike Bongiovi 
16/11/2016 ~ 08:41 a.m (qua)

domingo, 13 de novembro de 2016

Aquela Noite


Aquela noite, a luz apagada, uma cama diferente, apenas você e eu. Aquela noite onde nada era esperado, onde o silêncio se confundiu com o prazer e o ressurgimento do mesmo amor. Aquela noite o coração bateu forte e o abraço foi quente. Aquele noite inesquecível, o melhor beijo e a melhor noite, entre os lençóis e a cama macia. Aquela noite começo de novos ares. Aquele noite.


Written By: Karrike Bongiovi 
13/11/2016- 0:05 (Dom)

Se Você Soubesse


Ah se você soubesse o que estou passando, ah se você pudesse sentir o que carrego neste peito cansando, ah se minha mente estivesse tranquila, você me deixaria morrer nesta tristeza profunda, me deixaria partir para um novo lar. Ah se você soubesse o vazio que persiste na minha alma, se você soubesse o quanto esse amor é importante para mim e para você, não haveria tantas falhas. Ah se eu pudesse suportar minhas pernas, suportar o peso sobre o meu coração em chamas, não sei sofrer em silêncio, não consigo aceitar o fato de não ser o único porque não sei dividir amor, não sei desperdiçar sentimentos, me sento e me sinto menor que uma formiga ou um verme. Ah se você soubesse a força que estou fazendo pra não cair na dor e na sarjeta com essa tristeza que se espalha pelo meu corpo, pela minha alma.


Written By: Karrike Bongiovi 
11/11/2016 - 12:09 p.m

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Silêncio


Silêncio nessa tarde onde me encontro num vazio, num mundo que se tornou pó, talvez eu seja um monstro ou seja nada. Nesse momento a vida se tornou um acessório, não existe esquerda ou direita, estou sentada sobre aquilo que me calou a boca, estou esbarrando em pessoas pelo caminho e meu coração está batendo fraco, essas dores e esse sentimento que morre dentro de mim  constrói outros sentimentos e as peças na minha cabeça vão se espalhando como folhas no vento. Silêncio, não consigo falar porque as palavras não saem, porque os olhos não choram, porque a vida deixou de ser algo significativo, algo sem cor e sem gosto, tarde nunca será para viver a mudança que meus olhos viram, neste mundo nada é real o mundo em que vivi era um castelo de areia com alicerces moldados em mentiras, me sinto sujo, usado, um resto de qualquer coisa, não há cura para essas cicatrizes, e não juntar nenhuma pedaço que está no chão, porque não há chão, não há realizações. Silêncio em um mundo barulhento, quanto tempo mais irei de viver nesta eterna angustia de sempre perder, de sempre ser abandonado e pouco valorizado. Vou sangrar até a hora que não resta nada, até quando essa sala ficar vazia e nada for nada, eu fui apenas um nada para quem fui tudo.

Written By: Karrike Bongiovi
09/11/2016 - 14:25 (qua)

domingo, 16 de outubro de 2016

O Vencer


Então você pensou que estivesse morto? Não, sinto te dizer que eu vi as estrelas brilharem pelo meu caminho e elas me trouxeram até aqui. Estou com as mãos livres e o coração aberto para viver o meu melhor, longe de tudo que é velho e mofado. Então você pensou que eu não iria superar as dificuldades?  Demorou mas eu me reergui, sou alguém melhor, alguém que mesmo feito de carne que aprendeu a ter um coração de aço. Então você achava que eu cruzaria as linhas inimigas e não venceria a guerra?  Pois é,eu venci, sou alguém diferente, porque eu realizo e finalizo o que a vida me impõem. Então você achava que eu não voltaria a voar?  O céu não é o limite. Então um dia eu venci.


Written By: Karrike Bongiovi 
14/10/2016 - 16:02 (Sex)

Renascimento


Estou indo falar com as pessoas que passaram pela minha vida para agradecer, estou com câncer os médicos me deram um ano, bem, já vivi dois e meio depois do diagnóstico, tenho um sarcoma raro, mas estou vivendo, estive quase cego, perdi alguns dentes, fiz radio e quimio quase tive uma parada cardiorrespiratória, mas continuo em pé, o tratamento já não funciona, então eu vim aqui pra te agradecer pelo o que você fez e não fez por mim, agradecer por não me responder quando um precisei de alguém para me apoiar ou pra dizer "fica bem cara", sempre aceitei tudo de você e vi você vencendo e sendo feliz e fico feliz por isso, obrigado por ter dito coisas que me destruíram, que me fizeram se sentir do tamanho de uma formiga, sabe o amor não é essa relação casal, sexo, é algo bem maior, já não me importo com o que você vai achar, mas eu não posso partir sem dizer o que ficou guardado dentro do meu peito, das vezes que esperei por você, da esperança que eu tinha, houve uma época que você era a coisa mais importante que eu tinha, mas morreu, você me jogou num mar de tristeza, e me diz o que se mal eu te fiz? Quer saber? Não importa, porque meu tempo é curto, e tudo passou, eu não poderia partir sem deixar isso pra você. Eu te esperaria até meu último dia, mas agora é tarde, eu não estarei aqui. Viva sua vida em paz e obrigado. Não poderia partir sem deixar algo pra você, porque um dia você foi importante e fez parte da minha curta história. Adeus e aproveite cada dia, aproveite o máximo que você puder, a vida é curta.

Written By: Karrike Bongiovi  01/10/2016 -21:09

Ele vive com uma garota dos anos 80


Ele vive com uma garota dos anos 80 e ela não consegue se adaptar a modernidade, ela vive numa época que já não existe mais, onde os sonhos eram reais como o amor puro que ela precisou deixar para trás. Ele vive com uma garota com mais de trinta que não enxerga o cinza de hoje e vive buscando o colorido da sua melhor estação, buscando o sorriso de uma vida diferente onde cartas de amor tinham valor e as flores eram de verdade. Ele vive com uma garota do cabelo fora de moda, de gírias ultrapassadas, ela já não se adapta ao seu corpo e se sente desconfortável dentro dele, ela caminho buscando os letreiros de neon e os vinis que não existem mais, ela acho complicado telas de ler, e lembra que é uma garota dos anos 80 e nota que suas bandas de rock envelheceram e que seu rosto perdeu textura. Ele vive com,uma garota dos anos 80 que não sabe produzir, que tem um coração partido e vê o mundo de hoje como aquele que ela via no cinema, ela vê estática a destruição de algo bom que aprendeu dos pais e o tempo que jamais irá voltar para lhe dizer o que foi certo ou errado. Ela é uma garota dos anos 80 e ele apenas vive o mundo dela sem notar o hoje sem notar que tudo passou até chegar neste presente e nesta falta de entendimento sobre tudo. Ela não consegue se adaptar...


Written By: Karrike Bongiovi 
26/04/2016- 09:36 (Ter)

sábado, 8 de outubro de 2016

Amores Destruídos


Onde havia tanta esperança, hoje vaga um espaço, onde havia euforia e prazer, existe ódio e pensamentos incompletos. Amores destruídos por orgulhos, faíscas de melancolia, havia tanta vida e promessas, hoje um hiato, uma sutil vontade de morrer. Pedaços se partem e o coração tenta desmentir o que não volta, aquilo que já não exista mais. O que ontem era esperança, hoje são lembranças que escorrem entre os dedos. Amores destruídos, vidas em sentidos opostos, o amor se tornou a última coisa a se acreditar. Onde havia tantos rostos e cumplicidade, agora existe apenas o silêncio de quem um dia foi apenas um só.


Written By: Karrike Bongiovi  
08/10/2016- 15:09 (Sab)

Último Capitulo


Essa foram as palavras que eu guardei para o dia que você voltasse, mas na verdade o tempo passou eu deixei de enxergar muitas coisas e esqueci que te esperava, eu guardei palavras, mas os sentimentos morreram, as estações mudaram e os caminhos jamais se cruzaram. Eu errei em achar que um dia isso iria funcionar, eu esperei, me destruí e até sangrei, mas agora essas palavras ficam de lembrança daquele que realmente te amou, daquele que quase morreu por você e você tão dona do mundo não notou, o grande amor que eu nunca vivi, as discussões que não pude ter, as noites que poderia ser um só com você, isso ficou nas promessas e num livro de palavras velhas que a algum tempo teve seu capitulo final.


Written By: Karrike Bongiovi 
21/09/2016- 04:20 (Qua)

Virtude em outras mãos


Virtude em outras mãos, mãos que se levantam e curam dores, a beleza espalhada pelo mundo cinza, uma nova era onde a luz se acende no meio da escuridão e os medos e pecados caem em desuso. Mãos e uma energia violeta que limpa a alma e ressuscita o corpo. Somos parte deste novo olhar num mundo florido de paz e esperança, seguimos um novo caminho por mãos que curam. Somos a beleza para os desesperados, somos luz para os incrédulos, somos mãos que libertam os esquecidos das correntes da dor. Temos um Sol junto ao peito e ele brilha e cura.


Written By: Karrike Bongiovi  
22/08/2016 22;15

Outro Mundo


Entre nesse mundo onde a vida te deixa mais forte, são tantas dores, são tantas noites sobre dúvidas do dia seguinte, olhe para frente porque apesar dos pesares você tem vida dentro da sua vida, mãos de pedra, sonhos que não podem morrer sem realizá-los. Entre pelas portas que te levem a fé, que façam seu coração pulsar como um tambor, reconheça que haverão dores que te deixarão mais forte, te deixaram mais humanas. Entre pela porta da vida e siga o caminho, porque nessa vida o importante é o caminho e não a chegada, entre e viva o seu melhor, viva antes de você morrer.


Written By: Karrike Bongiovi 
24/05/2016- 20:56 (ter)

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Lana Lane


Sim eu poderia continuar mentindo, sim, mas não seria eu, aquele sorriso na foto um dia foi real e a vida me mostrou o quanto as mentiras derretem corações. Sim eu poderia esconder meu rosto e deixar tudo acabar ali mesmo, mas vi na sinceridade um laço bom, alguém que está do outro lado, fazendo da doçura sua vida, e já não importa já não preciso me escondem atrás de alguém que não sou. Sim eu poderia criar um mundo falso, mas jamais você saberia que por trás de tantos coisas sem sentido existe uma pessoa numa terra distante tentando mudar e descobrindo pessoas fantásticas como você. Sim eu poderia, mas o rosto na foto mudou, mas a essência de toda conversa permanece para um novo amanhã.


Written By: Karrike Bongiovi 
07/05/2016-17:45 (Sab) 

A Despedida da Garota de Marte


Mais uma vez você vem aqui lê aquilo que você espera que seja o que te faz viva. Quando você lembra de mim algo me alerta e o dia parece curto, mesmo depois de tanto tempo você não consegue se livrar da vida que você tanto desejou viver, e eu estraguei tudo. Sabe, muita coisa mudou, muita água passou por baixo dessa ponte, mas de vez em quando eu vou no local onde te vi pela ultima vez, não pra despejar flores, mas para lembrar que ali começou uma outra vida dentro da minha vida. Você nunca irá esquecer porque essa chama queima silenciosamente dentro do teu peito e quando vem uma lembrança sua, eu sei que você está pensando em mim, não chore quando você lê essas palavras, não se desespere, eu não sou mais o mesmo, o tempo cicatrizou as mentiras e enxugou as verdades e o que restou de nós foram as lembranças que deixamos para trás e que de tão velhas mofaram com os anos.


Written By: Karrike Bongiovi 
18/04/2016- 19:32 (Seg)

Poesia e Euforia


Poesia, para aquele que escreve dor, para quem lê cura para a agonia. Poesia, espinho em rosas, frases fortes, rasgo no papel, amores vivos, luzes no céu. Poesia, quantas letras soltas em letras tortas, lágrimas por trás das portas, e o poeta sente amor e dor, ódio consumido pelo ópio, mas óbvio é apenas poesia criando euforia e magia, buscado em meio a tudo do nascer ao luto a poesia que alivia o pesar que é essa metáfora que é viver.


Written By: Karrike Bongiovi 
- 25/03/2016- 0:25 (Sex Santa)

domingo, 13 de março de 2016

O Seguir em Frente


Momento difícil, dentes despedaçados e um coração sangrando, hoje eu vi a porta da morte num instante de sanidade, a morfina trouxeram velhas pessoas que partiram e não me sinto seguro pra seguir em frente.
Minha vida se esvai pela fumaça dos cigarros e as lágrimas rasgam meu rosto deformado pela falta de cuidado e magoa, agora só me resta sobreviver nesse mundo onde o certo e o errado já não fazem tanto sentido, estou em pedaços como um vaso quebrado e espalhado no chão e agora eu acredito que as pessoas que foram embora estavam certas e sou alguém que pouco tem para dar, alguém sem coração vivendo por viver e morrendo por querer, todos estavam certos e meus defeitos mancharam meu nome, momento difícil preciso esquecer o passado e queimar antigos rostos para que possa ser alguém diferente, alguém melhor.

Written By: Karrike Bongiovi
13/03/2016 -21:39 (Dom)

Eu sei quem eu sou


Ela imagina flores
Com cores que não existem em nenhum jardim
Tem amigos imaginários
Que pra toda pergunta respondem ‘sim’

Tem olhos que contam segredos
E medos que ninguém quer revelar
Um mar de rosas imperfeito
Que parte ao meio pra ela atravessar

Ela olha o céu encoberto
E acha graça em tudo que não pode ver
Imagens lentamente derretem
Prometem coisas que ela sabe que nunca vai ser

Ela é leve como o ar
Foi embora e não voltou
Como você e todo o mundo
Eu também finjo que eu sei
Quem eu sou

Ela começa a flutuar
As pessoas passam, olham e não vêem
A cor do céu começa a mudar
Eu não entendo como os outros não percebem também

As regras já não valem mais
Diga adeus à sua paz
Não é bom, não é ruim
Simplesmente é assim


sábado, 27 de fevereiro de 2016

Ela Namora o Superman


Ela namora com o Superman, aquele que  toma insulina e enxerga mal, ele não tem medo de kriptonita, apenas de açúcar e sal, ela namora alguém louco que tem um espírito adolescente e chora com filmes mamão com açúcar, ela namora que um cara que usa camisas de bandas de rock e personagens de desenhos infantis, ela espera que ele cresça, mas ele sobe no telhado com uma capa vermelha e diz que vai salvar o mundo e mal ele sabe que pra ela não importa o cara que sai salvando todos e estampa seu símbolo no jornal, ela quer apenas que ele a proteja a noite no silêncio do seu quarto. Ela namora o Superman...

Written By: Karrike Bongiovi 
06/02/2016- 06:49 (Sab)

Frases Presentes


Eu gosto de você e não me importa com as dificuldades ou com o que vão falar, eu gosto de olhar você no nosso silêncio e no meio dessa confusão que sempre estamos no meio. Eu gosto de você e quando esse telefone toca fora de hora eu me sinto especial, me sinto feliz em dividir esse meu coração e dentro dele você habita, quando você aparece ele bate descompassado. Eu gosto do seu perfume ele fica nas minhas roupas e entranha na minha pele, já não me importa com o que os outros dizem, porque agora somos apenas nós dois e uma história para viver. Eu gosto de você e serei eu quem irá curar seus medos e com você eu irei encarar todas as dificuldades que ainda estão ao redor, não me importo, só nós podemos mudar tudo isso, estou decidido a viver o meu melhor com você. Eu gosto de você e estou aqui de braços e coração aberto para te fazer feliz e não deixar que ninguém mais te maltrate, porque sou o homem que veio para mudar seu destino e a sua vida.


Written By: Karrike Bongiovi 
12/02/2016- 0:32 (Sex)

Indo Embora


Estou indo embora deixando o passado numa vitrine, deixando palavras para marcar ainda mais suas cicatrizes, estou indo embora porque já não tenho o que dizer aqui nesta sala vazia de esperança, desligando a luz e fechando a porta eu deixo nosso mundo para trás, deixo essas palavras para que você entenda que a vida nem sempre é como a gente quer. Estou indo embora deixando o meu melhor, deixando nessa despedida o adeus inesperado, adeus...

Written By:,Karrike Bongiovi 
08/02/2016- 11:26 (Seg) 

Eu vi teu mundo


Eu vi teu mundo desmanchar em dor, eu vi teus olhos chorarem oceanos de mágoas, notei tua fé minar e você cair num inferno sem fim. O ontem se foi, passou rápido, eu vi as cicatrizes abertas na sua pele e hoje vejo que elas ainda estão ai em forma de lembranças, coisas que o tempo não apaga. Eu vi você murchar como flores fora do vaso, tua tristeza destruiu seu amor e te fez amarga, eu vi quando a alegria do teu corpo morreu e nada mais voltou a ser como antes, tudo se perdeu no teu passado esquecido. Eu vi você partindo se partindo em milhões de pedaço e sem saber para onde ir você já não disse mais nada e nada restou além deste seu mundo que se desmanchou em dor.

Written By: Karrike Bongiovi 
01/02/16 - 15:14 (Seg

O sal do mar


O sal do mar lavou nossos pecados e vejo dias melhores, um dia eu estive em pedaços, hoje eu caminho sobre todo mal que havia e tudo se acalmou. Eu preciso sentir as dores da derrota para colher a vitória e beber na fonte da paz, reescrevi uma nova história apagando um passado cinza e colorindo um futuro glorioso. O sal do mar lavou enxugou todas as feridas e todas as coisas ruins ficaram no esquecimento. Amanhã irei acordar para dias de vitória e luta, o coração está lavado, mas uma vez consegui mudar, o sorriso voltou e o Sol iluminou meu caminhar.


Written By: Karrike Bongiovi 
12/02/2016- 0:20 (Sex)

Menos infeliz.


Eu não mereço sofrer nesta tarde sem Sol, tentei sei o melhor o homem do mundo, mas você deixou as chaves e meus sonhos na mesa da sala e nunca voltou. Sei que errei ainda sou humano tenho meus erros, mas você queria algo que havia morrido em mim, me perdoa, mas já não sou o mesmo, já não sou aquela que te deixou ir e na luta do dia a dia eu fui te esquecendo e agora sou um homem
menos infeliz.


Written By: Karrike Bongiovi 
24/02/2016- 02:40 a.m (Qua)

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Olho Direito


Eu olharia para um mundo novo se você ainda pudesse ver, eu poderia ver as cores de um canteiro de flores, mas você cegou com sangue e açúcar e eu já não posso chorar eu te destruir pela minha ignorância, eu deixei de enxergar as melhores coisas sem você. No inicio tudo se tornou cinza e ainda via os vultos, agora vejo a escuridão que me faz tropeçar nas calçadas e pelos sonhos que estou deixando de enxergar. Não que o caminho seja difícil é duro saber que nada irá curar meu olho direito nem a última lágrima pude deixar rolar...

Written By: Karrike Bongiovi
25/02/2016- 23:50 (Qui) 

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Você faz tanta falta aqui


Você faz tanta falta aqui, os dias são tão simples, falta luz e o caminhar é obscuro, poucos dias parecem meses, estou sentindo sua falta do lado direito da cama e o que basta é dormir e sonhar. Você faz tanta falta aqui que a comida não tem gosto e o chão deixa de ser úmido como de costumo, quem sabe a hora que você volta, quem sabe se você volta, nosso amor é assim uma montanha-russa de dores, acertos, erros e juras de amor sem fim. Você faz falta aqui e a chuva insiste em cair pra aumentar a dor e a saudade, estamos tentando juntas novas velhas vidas e transformar numa nova, você faz falta aqui e o ar é pesado, então vem logo muda tudo a hora é agora, só do teu lado me sinto mais humano, me sinto infinitamente mais feliz.


Written By: Karrike Bongiovi 
20/01/2016- 0:22 (Qua)

Descanse em Paz


Eu prometi que não voltaria aqui, mas você disse que estava morrendo, não estou aqui para te salvar, não estou aqui em busca de perdão, vim para dizer o quando sofri durante todos esses anos e esperei você cair, e você está gritando de dor e remorso pela vida que você destruiu quando com seu orgulho ne destruiu. Eu prometi nunca mais olhar dentro dos seus olhos, mas eu me tornei outra pessoa, alguém indiferente, um homem sem identidade e sem fê, você não merecia morrer nesta cama de hospital sangrando com seus pecados e culpas, mas sinto muito seu corpo é feito de kriptonita e não serei eu a vestir uma capa vermelha ou um jaleco branco e arrancar essa rua dor, estou aqui para vê seus últimos momentos e esperar você fechar os olhos e morrer, você me criou, você me fez assim afiado como uma navalha e frio como uma pedra de gelo e nós sabemos que o que sobrou daquele amor feito de promessas infinitas e sonhos indestrutíveis foram o silêncio e a forma como o outro era maravilhoso, e agora me diz, onde ele está? Aqui estou eu, aquele mesmo que não servia para nada, que fez de tudo para te fazer feliz e no final de tudo fui o único a vim aqui dizer adeus, descanse em paz.

Written By: Karrike Bongiovi 26/01/2016- 21:30 (Ter)

As Luzes


As luzes iluminam suas pegadas, os dias te reconstroem e nada pode te vencer, você corre como um vencedor, e a cada olhar você ganha o mundo porque existe paz e verdade dentro de tudo que te cerca. As luzes iluminam seus olhos e sua voz transmite serenidade, então vamos cantar novas canções e viver esse grande destino.


Written By: Karrike Bongiovi 
28/01/2016- 23:00 (Qui)

Oito Anos


O que vi nestes últimos oitos anos, vi um filho nascer, vi minha esperança morrer quando você se foi, vi um novo Sol a cada dia, senti solidão, senti fome, corri desesperado pela rua, errei milhões de vezes, te esqueci, fui escrachado por você, chorei por motivos fúteis e nobres, achei e perdi amigos, perdi os dentes e a visão e vi os dias e os momentos bons e ruins passaram como um furacão, até que tudo se acalmou e você foi me deixando porque havia novas possibilidades, hoje eu lembrei que a vida me presenteou com sua partida e me tornei alguém melhor, foram longos pitos anos que se passaram como segundos para a eternidade, sempre siga em frente

Written By: Karrike Bongiovi 28/01/2016- 23:11 (Qui)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Fogo


E ai? Como vai você? E ai você casou? Você morreu? Lembro quando você deixou de falar dizendo tudo. E ai o cigarro estragou seu pulmão? Você conseguiu ser feliz? Um dia a vida mostrou o quanto eu estava certo deixando você errar. E ai, se arrependeu? E ai, o que você destruiu desta vez? Você notou que não adiantou me machucar, os espinhos que te feriram não foram nas roseiras que você plantou em mim. E ai vale a pena? Que pena, hoje meu jardim floriu girassóis, floriu outro amor. E ai, como você irá superar isso sem seu herói de ferro com titânio? Ele te deixou aos pedaços, e ai? Me diz como foi ver que o destruído se reergueu? Que tudo que o silêncio deixou foi um barulho ensurdecedor de da sua cabeça metade humano metade sei lá o que.


Written By: Karrike Bongiovi 
20/01/2016- 17:05 (Qua)

Conto de Fadas Infeliz


Que vida é essa que você anda vivendo? Sozinha num mundo onde seu príncipe pula como um sapo e o feitiço passou não adianta mais beija-lo. Que vida gloriosa foi essa que você profetizou e nunca aconteceu? Seus olhos não mente, você se sente cansada, você se sente sufocada entre casar e vim aqui ser feliz pela ultima vez. Que sonhos você deixou morrer durante esse tempo? Você morreu no dia em que deixou de acreditar nas melhores possibilidades e foi criar um conto de fadas moderno e infeliz.


Written By: Karrike Bongiovi 
17/01/2016-21:36 (Dom)

Você realmente não me conhece


Você realmente não me conhece, sabe depois que te conheci tudo mudou, meu mundo triste se alegrou, quando muitas vezes te vontade de chegar de beijando e só posso beijar sua testa, isso me deixa de coração partido, te acho uma mulher incrível que merece viver algo bom e real e estou aqui nesta tristeza tentando te mostrar que sou um homem bom e de verdade, que em todas as noites sonha em não falar com você por telefone e sim no meu lado da cama, então vem ser feliz e esquece as bobagens, vem aqui ser feliz do meu lado..

Written By: Karrike Bongiovi 20/01/2016 -23:00 (Qua)

Quando você vai embora


Quando você vai embora o mundo perde o sorriso e tudo se torna normal, quando você cruza a porta o seu do seu perfume vai deixando um rastro de saudade e um pouco de "quero mais". Quando você vai embora e seguir para o lugar onde você pega o ônibus e como se minha outra metade estivesse indo junto, eu olho para você e vejo as possíveis possibilidades de uma vida melhor e quando você toma seu banho e diz que precisa ir para casa eu fico em pedaços e me sinto alguém solitário novamente, quando você entra naquele ônibus tão apressada eu devia entrar junto te abraçar e te mostrar que a cada despedida nasce uma esperança de um novo encontro e de um dia você ficar para sempre aqui.


Written By: Karrike Bongiovi 
17/01/2016 - 20:18 (Dom)

Hora de Esquecer


Por que esperar tanto de quem nunca te amou? Por que manter a esperança a cada ligação ou pôr do Sol, siga em frente, não viva de esperanças mortas, alguns males vem para o bem. Por que guardar tantas lembranças se elas irão sempre te deixar para baixo, você merece algo novo que lave sua alma e seu peito tão castigo por você mesmo, entenda esse jogo terminou, agora é hora de colocar os pés no gelo e se preparar para outro. Por que reviver coisas que o outro já não vive mais? Não sinta pena, não sinta nada e deixe partir sem se preocupar se a outra pessoa vai dar de cara no muro, viva por você, transforme o momento ruim num renascimento, deixe de ser tão sentimento e seja racional. Por que não reconstruir seu lar? Por que não olhar para dentro de si e renascer para uma nova vida.


Written By: Karrike Bongiovi 
14/01/2016- 20:44 (Qui)

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Te Amo


Eu te amo pelas vezes que dividimos os sorrisos, eu te amo pelas vezes que você pegou ônibus lotados pra chegar aqui, eu te amo pelas surpresas, pelo primeiro encontro à beira mar. Eu te amo pelas vezes que dormimos juntos e dividimos a lasanha, feijoada e a coxinha, eu te amo pela missa, pelo natal, pelas viagens que nunca fizemos, eu te amo pelo abraço debaixo do guarda chuva, eu te amo pelas musicas, por nunca ter me abandonado quando tudo havia terminado, eu te amo por nunca ter desistido, por ser chata, por perdoar as minhas ignorâncias, eu te amo por nunca me dizer eu te amo. Te amo por me dar a possibilidade de ter uma família, por ter me feito mudar, por me levantar no pior momento, eu te amo por você sempre está aqui num lugar onde nunca ninguém irá tirar. Eu te amo pelo carnaval, por roncar e colocar a culpa em mim, por nunca deixa que eu desanimasse, eu te amo pelos erros e acertos, pelas pessoas que me levaram a você. Eu te amo pelas rosas e o chocolate. Eu te amo porque eu só sei amar e isso é tudo que tenho e neste sentimento eu posso transformar o meu mundo no nosso mundo. Eu amo você.


Written By: Karrike Bongiovi 
13/01/2016- 20:40 (Qua)

Diego Fernandes - Eu não esqueço

Infinitude


Eu costumava achar que duraria para sempre, que os amigos sempre estaria ali e que os sorrisos seriam presentes, mas isso só existe nas fotos do Facebook. Eu costumava acreditar no amor e a vida me mostrou que amar doí e destrói o melhor e que os outros amores sempre são bem mais fracos e dementes. Nada dura para sempre e se por um sopro sua vida virá pó de que valeu todo ouro e todos tesouros que você não levou. Eu costumava ser eu mesmo, hoje sou alguém diferente, mais pobre no entanto mais esperançoso que algo sempre irá mudar daqui para toda a infinitude que eu nunca vou chegar a ver.

Written By: Karrike Bongiovi 
14/01/2016 - 14:07 (Qui)

Gigantes Invisíveis


Que esperança que nos motiva todos os dias? Buscamos tantas coisas e no final tudo se transforma numa forma velha e acabada. Faz tanto tempo que eu não sei o que é um beijo ou uma manhã gloriosa, faz tanto tempo que luto com gigantes invisíveis que me esmagam contra tudo de bom. 
Que esperança é essa que num piscar de olhos lá se vão dez anos e a vida inteira, eu odeio essa eterna partida, odeio ficar sozinho porque alguém ficou chateado com uma bobagem. Que esperança é essa de voltar para casa e ver tudo no lugar e sua cabeça desmontada, porque chorar num dia triste? Porque reclamar das dores? 
Para alguns é tão sensacional está vivo, pra outros apenas uma palavra salvaria tudo. Que esperança é essa que mantemos durante a vida se para a maioria de nós nada nunca vai mudar e sempre esperamos um novo dia e uma nova salvação.


Written By: Karrike Bongiovi 
13/01/2016- 18:03 (Qua)

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Celebrações


Aos amigos celebramos dias gloriosos, dias da juventude, dias que não voltam, então viva como nunca havia vivido, esqueça dos dias cinzas, esqueça das mágoas e dos amores perdidos e viva o máximo, dance como se o amanhã não fosse acontecer e amar incondicionalmente, celebre somente coisas boas, tome banho na chuva, corra para os braços de quem você ama e não importa quem seja ou a situação que você se encontre, você pode, você está vivo, sorria, seja feliz até nos dias cinzas. Celebre todas as coisa e envelheça como uma criança sem culpa e sem remorsos, lembrando que tudo valeu a pena.


Written By: Karrike Bongiovi 
12/01/2016- 0:26 (Ter)

No Singular e no Plural


Era tão singular quando eu só sabia que sua casa era verde, era singular quando eu te conhecia pouco e não sentia ciúmes, era bem mais simples e totalmente sem graça. Era tão singular quando a gente fazia planos de passear a beira mar e tudo se tornou plural quando dormimos juntos e deixamos a rotina estragar tudo com a ignorância e o desinteresse , tudo se tornou plural quando tudo ficou grande demais para nós com as vidas tão simples e miseráveis não soubemos mudar, um dia tudo voltou a ser singular e depois de tantas lagrimas e desespero, a singularidade abraçou a pluralidade e a vida seguiu entre o verde da casa e as novidades que criamos.


Written By: Karrike Bongiovi 
12/01/2016- 14:31 (Ter)

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Uma manhã chuvosa de domingo



Era uma manhã chuvosa de domingo, a casa em silêncio sendo quebrada pelo som da risada dela, como sempre se fazendo de difícil, ela queria um pouco de carinho e feijoada pra comemorar esses meses distantes, eu queria sentir a chuva, queria dormir e acordar num lugar diferente do lado daquele que sempre reclama. Era uma manhã cinza de Janeiro, a casa quentinha e ela ali deitada sobre suas vontades e falta de desejos, perguntei se amanhã tem mais e ela sorriu como se quisesse voltar sempre.


Written By: Karrike Bongiovi 
09/01/2016 - 22:10 (Dom)
Amanhã não se sabe - LS Jack

sábado, 9 de janeiro de 2016

Ela não quer viver


Eu gostaria de escrever algo sobre esperança. mas você não conseguem me levantar,  você não consegue decidir o que é bom ou ruim e no meu caso sempre fico com a pior parte, de que adianta tanto amor se ele não pode ser dividido? de que adiante tantas palavras e atitudes se você sempre quer algo impossível para o momento, eu sou de carne e osso, sou um humano, não um herói que vai te arrancar da sua vida medíocre, eu sofro todos os dias e você nem ai, porque é comodo pra você^r viver a vida comum e confortável que vive e ainda reclama do ônibus, das distancias, só que no meio de tudo isso eu estou sendo sacudido de um lado pro outro, me sentindo humilhado e infeliz por você ´porque você não quer sair, não vai ao cinema, eu na minha solidão me sinto tão pequeno como um verme,mas me sinto cansado, sem alegria e eu tento todos os dias viver uma vida melhor junto a você

Written By: Karrike Bongiovi
09/01/2016 - 18:28 (Sab)    

Antes de Você


Antes...não pensava em você
Agora...tudo é uma lembrança sua
Nunca...me preocupei com você
Hoje...já não faço outra coisa

Não saio mais pra passear
Só quero ir aonde você está
O livro não é bom, não quero ouvir um som
Não acho nada na T.V.


Não me lembro como eu era antes de você
Não me lembro como eu era antes de você

Não penso em sair pra passear
Só quero ir aonde você está
Com amigos não falo
Não volto ao trabalho
Como pude me esquecer?

Não me lembro como eu era antes de você
Não me lembro como eu era antes de você

Não tenho fome
Não quero beber
Quero saber se você já dorme
Tudo passa, a noite deve passar também
Não me lembro como eu era antes de você

Não me lembro como eu era antes de você
(Não me lembro como eu era)
Não me lembro como eu era antes de você
(Não pensava em você)
Não me lembro como eu era antes de você
(Não saio mais)
Não me lembro como eu era antes de você.

Composição: Paulo Miklos

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Chuva na Cafeteria


Final de tarde chuvosa, eu me senti nesta cafeteria pra me proteger e lembro que ela faz falta neste momentos, certo que ela é bem fria pra viver essas experiências, mas quando o café escorre pela garganta e sinto o gosto amargo da saudade e busco nos espaços vazios motivos para continuar amando alguém que não sabe o certo ou errado. A chuva aumenta lá fora, carros batem entre si, falta luz e no meu peito falta um pouco de calor, eu preciso deste fogo interno que transborda pelos passos e me levam para casa de volta para você.


Written By: Karrike Bongiovi 
08/01/2016- 16:59 (Sex)

La vai ela


Lá vai toda a paz que eu tinha, lá vai o motivo pelo qual eu lutei por tanto tempo, lá vai o pior da minha vida. Erros e acertos, soluções e invenções. Lá vai você marchando como um exército sobre as flores que plantei no canteiro, elas estavam tão floridas e vivas. La vai ela de volta a Saturno, buscar novos objetivos que não me servem de nada, eu vim aqui buscar paz e satisfação, vim sentir meu corpo derreter entre seus braços e lá vai você se perder por alguns anos e quando você voltar saiba eu já virei poeira de estrela no longo universo do nosso silêncio.


Written By: Karrike Bongiovi 
08/01/2016- 07:05 a.m (Sex)

Ressurreição


São tantas mudanças, tantas novas possibilidades de quem você não esperava nada e você agora se pergunta como pode o mundo virar assim de ponta cabeça. Você ficou com medo, você vi um morto ressuscitar, ele nada tinha e agora centenas de oportunidades surgem do nada, quem sabe você tivesse me subestimado, talvez você não acreditasse em tamanha mudança e agora se sente perdida no meio da história, mas não se preocupe não costumo deixar para trás as pessoas que amo e não me iludo fácil.


Written By: Karrike Bongiovi 
07/01/2016- 18:23 (Qui)

Sinta a minha presença


Sinta a minha presença, sinta aquilo que mantem teu coração batendo, você já partiu o meu uma centenas de inúmeras de vezes. Sinta a vontade de pular nesta piscina de prazer e desejo que você tem medo, você irá morrer um dia e que sentimento expressou, que palavras disse para deixar a vida das outras pessoas melhores e serei oposto e te tratarei como ninguém o fez, serei o melhor para nós.


Written By: Karrike Bongiovi 
07/01/2016 - 17:45 (Qui)

Limites


Bem de longe eu te vejo sendo aquilo que você sempre foi, aquela que destruiu meus sonhos e me empurrou para baixo. Algum dia isso irá mudar, algum dia você voltará a sorrir, quem sabe amar novamente. Bem de longe eu vejo seu mundo de faz de contas e sinto vontade de partir para o mais longe possível. Algum dia a dor te cortará em milhões de pesados, algum dia você olhará no meu rosto e entenderá que não haveria limites se você tivesse ficado.


Written By: Karrike Bongiovi 
08/01/2016- 13:17 (Sex)

Me procure nas mudança


Não, eu não vou mudar e deixar tudo desmoronar, se você quiser eu estarei aqui, não importa quem errou, quem fugiu de quem, você desfilou sobre as minhas dores e agora acha que por tudo que anda acontecendo eu vou mudar, sim, eu mudei e de uma forma que todas as seus feitiços e  desmandos já não fazem mais efeito, me procure nas mudança que tenho, me ame na bondade que expresso e me aceite naquilo de melhor que posso ser.


Written By: Karrike Bongiovi 
06/01/2016 - 21:57 (Qua)

Totalmente Esquecido


Totalmente esquecido ele anda sozinho por caminhos conhecidos, sem amigos e com a visão borrada ele ver seu triste fim em mais uma noite de sábado sozinho, a lasanha está no microondas e a garrafa de vodca sobre a mesa, mas ele já está cansado demais pra esquecer deste mundo sem amor, esquecido ele veste sua melhor roupa e busca algo novo que lhe desperte interesse, nada dura para sempre, mas quem disse que ele estar morto?


Written By: Karrike Bongiovi 
26/12/2015- 18:50 ( Sab)

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Ela acordou com uma saudade


Ela acordou com uma saudade incontrolável, acordou pensando na falta que ele anda fazendo, dentro da sua armadura existe um ser frágil que precisa desse amor que ela finge ignorar, ela nega, mas sente por dentro algo que a consome como o fogo em suas veias, ela quer chorar com as palavras dele, mas ela não quer fraquejar, o amor está ai, está sendo vivido e a saudade sendo posta pelos dias que demoram a passam, mas não importa, ela acordou com uma saudade e um pouco de melancolia e se pudesse ela deitaria na cama dele e se enrolaria entre os lençóis e os braços do homem que ela nunca diz que ama.


Written By: Karrike Bongiovi 
05/01/2016 - 19:16 (Ter)