Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Mudanças


Mudanças, inversão de polos, seguir por novos ares, mudar a imagem e velhos hábitos, curar e enxugar feridas. Encontrar um rumo, bifurcações, silêncio ou o som do trovão, o amanhã se projeta mais claro. Amassar velhas idéias e desenhar num papel novas surpresas coloridas para uma vida até então cinza e apática. Mudanças, viver o direito de se proteger, lentamente tudo se dissolve, se dar uma chance além das inúmeras que nunca saem da cabeça, limpar a poeira sobre a superfície gordurosa que prende os dedos. Sem alardes, sem grandes projeções, caminhar silenciosamente pelo barulho das multidões. Mudanças, inverte o jogo da vida, sorrir, ser mais humano, encerrar um ciclo, abraçar a realidade, tocar fogo na dor, fazer uma revolução a cada amanhecer, se despedir de pessoas queridas, sem surpresas, sem nada a dizer. Mudar os ventos, reviver algo nunca vivido como nos melhores pensamentos, limpar a lixeira e espalhar sementes pelo vale inóspito do coração e aguardar a primaveras e suas melhores tulipas. Mudanças, um novo olhar para o espelho, uma nova calçada, novos amores, novos alicerces, o primeiro passo para um novo olhar do mesmo mundo.
Written By: Karrike Bongiovi 09/12/2014- 02:34 (Ter)

domingo, 30 de novembro de 2014

Cruzando esquinas


Cruzando esquinas onde tantas vezes dobramos, eu sinto falta daquelas tardes onde você me esperava com seu sorriso avassalador, algumas vezes nas luzes que iluminam a noite você vem numa lembrança única e desmonta toda a frieza que o tempo deixou além da saudade. Eu cruzo cidades e te vejo estampada nos muros, eu amo tanto você, mas tudo se tornou apenas um desejo incontido dentro de uma história sem final. Cruzando linhas sobre o papel eu desenho a vida que eu gostaria de estar vivendo ao seu lado, eu perdi tudo, menos essa fé que me motiva a continuar tentando, mas eu sou feito de carne e osso, e sinto dor e a sua falta pelos caminhos frios que rasgam meu rosto. Cruzando os copos e as doses eu me embriago de você e isso encharca meu coração que anda tão machucado e entristecido, eu cruzo esquinas e não te vejo como antes, a vida ficou pelo retrovisor e as esquinas ficaram vazias sem nossos passos.


Written By: Karrike Bongiovi 
29/11/2014- 23:57(Sab) 

O Final de Tudo


E ai o que sentir agora? O furacão passou, aquele vontade sumiu e agora como vou olhar para as manhãs sem você? Tudo ficou em silêncio aqui dentro e agora o que fazer? Eu quis tanto uma vida nova sem lembrar de você e quando a poeira sentou me senti sem rumo num caminho sem nada. E agora o que fazer depois da faxina? Eram tantas coisas que perturbavam, que maltratavam e que norteavam, mas passou, acabou, depois que a fogueira se tornou cinzas e o vento limpou o terreno não há nada o que fazer a não ser buscar um novo propósito. E agora como viver? O gosto do tempero está diferente, o cheiro das flores mais adocicado, o sangue flui melhor e a vida se encarrega das resposta que hoje já não precisam serem respondidas. E ai o que viver agora?


Written By: Karrike Bongiovi 
25/11/2014- 02:19(Ter)

Desconstruido


Assistindo os momentos da minha vida eu vejo o quando fui feliz e desperdicei coisas e pessoas, mas a vida é assim mesmo, quantas vezes quebramos nosso coração e depois o consertamos, eu vi neste filme amores, tragédias, mágoas e dias gloriosos. Ainda estou aqui chorando e sorrindo sobre o foco da vida, esperando novos dias e algumas primaveras, eu acredito que demorará para as legendas finais. Hoje eu assisti um capitulo se encerrando, buscando dias diferentes eu me entreguei a coisas novas, o coração sangra, mas o alma respira. Na tela vejo meu filho feliz, vejo a garota mais incrível vencendo, já não vejo solidão, já não sinto a vazio existencial, estou eu quem está no comando, na tela aquele garoto que jogava bola e sorria está de volta, ele tinha uma esperança nos olhos, ele seria um médico ou escritor, ele casaria, perderia um grande amor num acidente, ele se desconstruiu e na tela passa todas as coisas felizes que me trouxeram até aqui neste momento.


Written By:Karrike Bongiovi 
19/11/2014-21:42(Qua)

O Despejar


Amar, despejar gotas de paz no calor do inferno.
Aceitar as esperas os absurdos e os erros alheios, sinto o fresco do novo, na língua a mudança e no coração um recomeço mais uma mudança. Amar, viver, esperar, partir, chegar, abraçar e esquecer, chegou o dia, chegou a novidade a tão sonhada mudança.

Written By:Karrike Bongiovi 
19/11/2014-21:03 (Qua)

Senhor das Palavras


Senhor das palavras, mestre da poesia, ele vê no vento frio Europeu seu lar sem esquecer do barro vermelho de onde partiu para o mundo. Menino no mundo gigante pra sua família. Senhor das letras, dominador de seus livros, as vezes silencioso, as vezes parnasiano ou lírico faz do lúdico paisagens em seus sonetos. Senhor dos versos em prosa, ele costuma escolher várias vezes os sinônimos a errar um frase, um gigante em meio a,moinhos e um menino pelas calçadas de Paris, ele respira literatura e escreve linhas para um conto de uma vida brilhante.


Written By: Karrike Bongiovi 
19/11/2014-22:20(Qua)

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Historias confusas de nós dois


Historias confusas de nós dois se confundem enquanto ela busca liberdade, ele tenta sobreviver, enquanto as luzes a entorpecem no levantar da sua taça para brindar sei lá o que, ele se arrasta na cegueira e no descontentamento. Ela busca prazer e chora no final da noite, ele acorda as quatro da tarde com os olhos inchados e de ressaca dos remédios. Ele procura um porto ou um simples abraços, ela colore as paredes e sorri pela manhã. Confuso e dormente, livre e capaz, são histórias confusas de nós dois, histórias que não se cruzam e se perdem em outras histórias que se moldam em fotos pelas paredes do tempo.


Written By: Karrike Bongiovi ]
25/11/2014- 05:45(Ter)

Flores em seu Cabelo


Estou vivendo aqui buscando forças para acreditar que estaremos mais vivos no amanhã. Estou em cima da montanha tentando enxergar seus passos, eu sei que você vai chegar com flores no cabelo e um sorriso que vai me fazer chorar sorrindo. Estou aqui esperando junto com o vento, buscando o aroma de seu corpo e o tempero do seu abraço, vejo você desfilando entre as flores, você é a última pessoa que imagino antes de dormir e estou aqui caminhando por ruas estreitas onde sei que você nunca vai passar. Eu tenho uma esperança cega e não é difícil sentir a sua presença pesando sobre o meu peito que arde em brasa quando você aparece do nada e muda tudo porque você é a única que consegui isso, estou aqui vivendo uma vida comum em meio a tantos sentimentos buscando na fé algo pra acreditar e nunca desistir desse prólogo surreal que é viver tão longe e ao mesmo tempo tão perto.


Written By: Karrike Bongiovi 
12/10/2014- 15:09(Dom)

Recomeço


Recomeço difícil, a coca cola e os cigarros estavam me matando, eu estou vivendo numa casa vazia e todos os dias morro na angustia e depressão, estou recomeçando algo que nunca dei valor, a vida anda parado eu perdi tudo rapidamente, mas os passos se dão lentamente, estive me matando e o mundo notou menos o idiota aqui. Talvez eu tenha rezado pro Deus errado, talvez o que muitos veem em mim é somente uma casca e o que está dentro está destruído, preciso de salvação e de perdão, já passou da hora de mudar, estou recomeçando, estou vendendo as coisas e jogando o passado na lixeira, na verdade estou buscando no silêncio um novo eu que não conhecia. Estou tentando acordar desse pesadelo, me sinto desconstruindo, tentando caminhar na escuridão, preso pelo tornozelo a pessoas que me esquecem porque o que tentei deixar amor e verdade em suas vidas, agora eu preciso de um abraço e não tem ninguém pra me escutar, então estou recomeçando buscando a imagem que meus olhos vem perdendo, a vida é bem curta pra dimensão das dores, essas são as escolhas que transformam sonhos em realidades, sou uma casca viva com um coração frágil pulsando dentro, mas ainda tenho palavras e voz pra dizer que vou vencer as batalhas, que vou encontrar o meu lugar nesse mundo, recomeçando e seguindo em frente, estou superando toda a irritação e buscando o sorriso em cada passo que deixo de enxergar, existe uma voz que me impulsiona a nunca desistir, estou recomeçando.


Written By:Karrike Bongiovi 
03/11/2014- 03:58 (Seg)

Morri hoje cedo


Eu morri hoje cedo e tantas chances eu te dei para você me ver, tantas mensagens deixei no seu telefone, mas você foi protocolando, achando que mais ora frente tudo daria certo, mas não deu, parti antes de viver tudo que havia guardado para dividir com você, mas você deixou passar, mergulhou em outras ilusões, sofreu e eu parti numa manhã calma de Novembro, eu gostaria de dizer que amo você, mas tive poucos dias em anos diferentes ao teu lado, eu gostaria de ter te abraçado e sorrido mais, gostaria de ter viajado o mundo e dividido a cama com você, não posso mais agora já fui, deveria ter apenas tentado mais e ter lutado só mais um pouco pra ter tido apenas mais um segundo junto a você, agora já não posso, porque agora sou menos um pra você lembrar.


Written By:Karrike Bongiovi 
17/11/2014- 0:57(Seg)

No Surprises - Radiohead

Quantas vezes


Quantas vezes mais terei que acertar as coisas que você faz e eu não vejo? Quantos anos eu vou esperar dormindo e acordando sozinho? Estou vivendo e você? Sabe outro dia algumas garotas vieram com o coração aberto e só havia você, mas que droga eu fui embora e deixei minha felicidade sobre uma pedra. Então me diz até quando? Você me ajudou a aprender o que é ser um cavaleiro solitário, eu quebrei todas as xícaras e quantas vezes eu vou vim até aqui pra pedir um pouco de amor? Eu estive prevendo coisas que o tempo já trouxe, eu estive em cima da montanha, já tive raiva e ciúme nada funcionou, nada. Quantas horas ficarei de baixo do Sol? Quantas orações terei que profetizar? A felicidade está aqui, outro dia sonhei com suas lágrimas e me diz quantas vezes eu terei que te salvar mo meio da inundação? Quantas vezes terei que morrer pra você dizer uma palavra que me cure? Eu não espero nada de você, talvez porque eu tenha previsto onde estarei no futuro.
Written By:Karrike Bongiovi 
05/11/2014- 21:58(Qua)

Três Dias


Três dias em coma e todos na minha casa me perguntam quem é você, antes do mundo se apagar na minha mente era seu nome que eu chamava enquanto os paramédicos tentavam me trazer de volta, enfermeiras e um grande corredor branco me chamavam pro outro lado e com tanta morfina você me chamava de volta, e voltei num mundo estranho num corpo que não era meu. Três dias em coma, o olho direita não enxerga tão bem, estou ficando cego, estou preso a uma cama de hospital, a glicose não controla, mas você não me deixou morrer, você esteve aqui misturada com o anticoagulante e mesmo desconfortável dentro do meu corpo eu abri os olhos numa manhã que mudou tudo, agora a vida é uma surpresa e antes de morrer eu chamei por você.


Written By: Karrike Bongiovi 
01/11/2014- 21:25 (Sab)

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Queria tanto te encontrar


Queria tanto te encontrar por ai e esquecer dos problemas, mas estou tão cansado da vida que provavelmente estragaria tudo, antes havia tantas coisas pra dividir, agora me sinto tão desprotegido, tão absurdamente insensato, que nem sei o que é certo ou errado, estou em pedaços, talvez se me encontrasse com você algo acontecesse.
Written By:Karrike Bongiovi 19/10/2014-02:06(Dom)

domingo, 5 de outubro de 2014

Vasto e Largo


Eu vi no seu olhar algo pouco expressivo, algo largo e vasto que escorria pela tristeza no seu rosto e borrava sua alegria, eu vi seus horizontes verticais, na sola do seu pé vontade de seguir por esse jardim e não sobre a lama das dúvidas que amargam sua língua. Eu vi solidão virando inferno e vi seus olhos e dedos apontando para o céu que despeja estrelas sobre seu difícil sono. Eu vi além do seu olhar, por trás dos seus olhos neste universo que está preste a explodir ou voltar a ser um átomo. Eu tentei ver um renascimento lúdico, mas não vi, tentei ver sua infantilidade na sua cabeça de uma senhora madura e encontrei sanidade atrás dos seus medos. Eu vi a flecha de sagitário cruzar meu peito e destruir as parede do meu aquário, Você é a constelação mais distante que posso tocar, eu não me custa fechar os olhos e acreditar que os sonhos que cruzam o Sol nunca irão virar cinzas. Eu vejo alguém diferente todas as vezes que você aparece, algo vasto e largo que expande e varre sentimentos, algo dolorido que me empurra sobre o silêncio que mantemos submersos até que nasça mais um dia, até que uma hora a coragem chegue, até que os rostos borrem e surjam as rugas, eu vou rasgar seu passado triste e apagar seu currículo. Certa vez eu vi dentro dos seus olhos um amor verdadeiro, algo que está dentro deste reator que eu chamo de coração. A vida é feita por caminhos, algumas vezes eles se cruzam, algumas vezes se vão e de repente vão ficando impregnado na alma, o tempo é eterno e não me custa sentar nesta pedra meditar e esperar, as noites são longas atrás dos seus olhos, eu vi isso da última vez que te vi, quando o Sol cortou nossos lábios, eu vi das vezes que eu tentei te matar dentro de mim e a chama não apagou, então fecha seus olhos e sonhe quando acordar haverá uma primavera e uma supernova na sua constelação e se sentir saudade meus olhos estarão olhando para os teus, eu estarei aqui.


Written By: Karrike Bongiovi 
03/10/2014-03:14(Sex)
run-snow patrol

Te ver Sorrindo


Te ver sorrindo acalenta o meu peito ilumina a casa, te ver me transforma e me dar força pra viver, porque eu te amo e isso nada pode apagar, porque debaixo deste céu existe um paraíso criado pra nós dois, cai a chuva molha o chão e pra que ter medo do trovão? 
Somos a prova de raios, somos o abraço numa manhã fria, nunca desistiremos porque um dia todo medo e dor cessam, então se prepare, viva seu tempo e encontre um tempo pra mim, me deixe se aproximar do seu peito porque eu sei que estou em todo resto. Te ver sorrindo molda a minha essência acende meu coração e onde eu estiver vou sentir você feliz

Written By:Karrike Bongiovi 
01/10/2014-23:58(Qua) 

Em Tempos Remotos


Mudanças, e o vento sobra as velhas lembranças, os lugares são os mesmos só os rostos mudarão, aqui posso caminhar sem culpa e sem medo porque posso me ver além dos pecados que cometi em tempos remotos. 
Mudanças, existe um destino mais brilhante, agora estou feliz e vejo as cores bem definidas, aqui eu posso ser eu mesmo, então vou abrir o meu peito e mergulhar nessa mudança.

Written By: Karrike Bongiovi 
04/10/2014- 01:30(Sab)

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Mundos desconstruídos


Mundos desconstruídos algumas imagens se perdem no tempo, mas você não está errado quando acredite num amanhã melhor, você cresce e entende que a cada dia você amadurece. Mundos em pedaços, coisas que podemos recriar, há tantas possibilidades espalhadas por ai, siga o seu coração e seus instintos, as dúvidas passam e as experiências boas e ruins ficam e não somos obrigado a carrega-las por esse curto caminho que é a vida. O destino está sempre mudando tudo ao nosso redor, mudando esse mundo que desconstruímos.


Written By: Karrike Bongiovi 
28/09/2014- 22:58(Dom)

Lábios de Porcelana


Em teus lábios de porcelana onde se quebram todos os pecados que se espalham pelo chão, se entranham cacos e solidão, teus lábios existe veneno que escorrem pelas páginas do teu diário e algo te cortar o coração que sangra pelas loucuras que saem dos teus lábios de porcelana, espera só um pouco, espalha a poeira e sobra o vento, veja o clima está pesada. 
Nós teus lábios de porcelana se escondem pureza e vontades, me corta os pulsos e cristaliza os erros.


Written By: Karrike Bongiovi 
27/09/2014-17:48( Sab)

Cruzeiro do Sul


Estrelas cruzam o teu braço numa campo seco, Cruzeiro do Sul num céu distante para nós. Fotos deletadas perdidas em lacunas que criamos. Caminhos frios que nunca se encontram, existem estrelas que nos,guiam ao Sul, há uma chama naquela que brilha solitária no céu de fogo e gás, e num olhar triste vou te despindo e você vai sussurrando o que sente, seu ouvido se derrete num sonho brando, num abraço prometido, estrelas caem e explodem e a vida se abre para aquilo que desejamos tanto viver um dia.


Written By: Karrike Bongiovi 
24/09/2014-01:42(Qua)
Para: Angelica brandão

Estamos juntos na mesma calçada


Esse final de manhã eu vi você, sem palavras e onde jamais nos encontraríamos , o Sol está a pino e estamos com fome, você caminha na mesmas calçada e tudo se torna mais claro e o que dizer se já estamos a tanto tempo esquecendo um do outro e pra que tanta cerimonia vem aqui e me abraça e diz que quer ficar, sei que ninguém entende, e dai? Somos aquele momento, somos o daqui pra frente, esse final de manhã salvou meu dia, mas eu tenho medo das sequências dos dias, então vamos tentar, o que custa tentar ser feliz? Estamos juntos na mesma calçada...


Written By: Karrike Bongiovi 
18/09/2014-22:33(Qui)

Tristeza dentro do ser que habita em mim


Tristeza nestes dias de alegria, você buscar paz e é mergulhado num emaranhado de dúvidas, você está sozinho porque procura felicidade em pessoas que te expelem. 
Triste você chora numa terra onde os arco íris são cinzas, onde seus erros são expostos a todas, aquele sonho nunca será em vão. 
Tristeza em dias de alegria, perdido nas dúvidas entre o partir e o ficar, vivendo sobre os holofotes, chorando em sonhos estranhos, sentindo falta de sei lá o que, mas sabendo de quem, deixando aquele amor escorrer entre os dedos e vendo a esperança virar pó. Tristeza nestes dias de alegria, você não sabe como agir, estamos perdidos num momento onde não sabemos se vamos ou ficamos, tristeza dentro do ser que habita em mim.


Written By: Karrike Bongiovi 
15/09/2014-(Seg) 20:33

Vida no Microondas


Ele amava uma mulher que não estava nem aí, ele a amava mas vivia sozinho remoendo esse sentimento eram noites e milhares de sonhos, ele continuava comendo sua lasanha de microondas, faltava algo que o aquecesse, havia um vazio e um desejo que algo se tornasse palpável. Ele amava alguém que o ignorava ou simplesmente o havia esquecido, amava uma mulher que amava mais seu sono do que escutar aquilo que ele guardava de bom pra apresentar. Ele a amava e isso poderia mudar tantas coisas e ele notou que a muito tempo nada mudava concretamente. Ele a amava e vivia sufocado porque desperdiçava suas melhores linhas para pessoas estranhas. Ele amava uma mulher e vivia na solidão, ele acordava em horas que ela já havia passado, ele requentava sua vida no microondas esperando que algo impossível aconteça.


Written By: Karrike Bongiovi 
16/09/2014-02:01(Ter)

Realidade Irreal


Um quarto de hotel, ela estava lá com a família inteira, havia algo estranho já que não faço parte disso, carros e crianças, talvez seja culpa ou saudade, luzes e ela estava do meu lado quando alguém diferente chegou e eu tive que fugir, foi uma longa noite e algumas conversas confusas, o celular carregou a noite inteira e você me disse e dai, acabei sorrindo, estávamos escondidos atrás de algo irreal, mas na real, estamos unidos por um laço estranho, apagamos luzes que vira e mexe se acendem, num quarto de hotel algumas pessoas conhecidas que nunca conhecemos realmente, estamos unidos por um fio que conduz elementos absurdos, mas que no final nos deixam mais juntos do que nunca.


Written By:Karrike Bongiovi 
15/09/2014- 16:16(Seg)

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Estranhos conversam comigo


Estranhos conversam comigo e não entendo nada, eles gritam e minha cabeça gira em meio a tanta confusão. Já passa das três da manhã e as luzes começam a serem apagadas, bebo a última dose e fica difícil acertar o caminho para casa, acho que preciso de ajuda. Estranhos dizem palavras que se misturam no ambiente e tudo se confunde, algumas garotas se beijam e sorriem pra mim e eu continuo sozinho deixando as lágrimas escorrerem pelo rosto que mostra um sorriso nervoso, a noite é vaga, fumo o último cigarro, mas eu preciso de mais nicotina, preciso de um abraço, eu estou sozinho no meio da festa e os estranhos brindam comigo, eu bati o rosto na pia do banheiro e gritei talvez minha companhia seja o desespero ou o álcool que transborda do copo que carrego na mão, estou no meio de estranhos, estou ficando cego, talvez eu vá embora com alguém que pretende me usar por este resto de noite, talvez eu a mande pro inferno no meio do caminho ou quem sabe nós caímos na sarjeta. Estranhos me chamam e beijam minha boca e meu coração arde com tanta dor e falta de esperança, estou vendo um amanhecer no final da calçada onde já tropecei e cai algumas vezes, sou um estranho no meio de tantos conhecidos, vou esbarrando em telefones públicos e chutando pedras, estou chorando num banco de igreja, tentando chegar em casa, tentando não morrer no meio da avenida, e diz que dia da semana foi ontem, estranhos dizem que já passam das cinco da manhã e um cachorro lambe meu rosto e o Sol começa a esquentar minha pele, preciso limpar a minha dignidade e juntar do chão o resto dos pertences que ainda não levaram, eu não consigo acertar a chave na fechadura e estranhos me ajudam quem sabe são anjos, quem sabe se eu morri, estou deitado na cama e o mundo gira, acho que não vai dar tempo para uma próxima ressaca, estranhos estão aqui velando meu sono, mergulho num sonho onde estranhos são conhecidos e me sinto confortável dentro de mim mesmo. Eu continuo sentado ao lado de estranhos vejo tudo passar, é melhor me levantar antes que eu caia mais uma vez na sobriedade que tento esquecer. Estranhos conversam comigo...


Written By:Karrike Bongiovi 
28/08/2014- 06:12(Qui)

domingo, 7 de setembro de 2014

O espaço entre seus dentes


O espaço entre seus dentes mostram a beleza de alguém que sorri pra vida, te vejo preparando sua história dentro das histórias que você busca, o espaço entre seus dentes abrem portas e você vai exalando alegria e força por onde passa, destruindo corações espalhando luz, o espaço seus braços e o mundo é tão curto que vejo você alcançando estrelas, séria ou divertida, apagando lembranças ou buscando felicidade você é única no seu pensar. O espaço entre seus dentes escondem segredos sagrados e profanos, você cria diálogos imaginários com as pessoas que,você esquece, você moe corações e depois os consola como se nada houvesse acontecido. O espaço entre seus dentes te guia e você segue como se tudo fosse seu, você fecha a boca e olhos e um novo universo surge, tudo se transforma no espaço entre seus dentes.


Written By:Karrike Bongiovi 
30/08/2014- 01:58(Sab)

Possibilidades


Não importa quanto tempo dure, não importa se fora daqui a 100 anos ou daqui a poucos minutos, eu estarei do seu lado nas suas possibilidades concretas de ser feliz, eu sou meio louco, sou meio confuso, mas eu amo você, então olha pra mim e veja o quanto você a minha vida e nem percebeu,  você me ensinou a sorrir pena que vivemos tão pouco, existem tantas coisas que gostaria de dividir com você, sinto sua presença nas noites que você procura companhia. Eu te carrego dentro do meu peito como ninguém vai carregar e não importa se for hoje ou daqui a 100 anos estarei buscando as melhores palavras e as mais simples atitudes par sempre te ver sorrindo. Espero que um dia eu seja sua maior possibilidade, espero dividir canções e uma existência do seu lado, isso me faria feliz e mudaria tudo de estranho ao meu redor, estou na reserva esperando a possibilidade de entrar no seu universo e com você explodir algumas constelações, seu universo está aqui dentro do meu coração.


Written By:Karrike Bongiovi 
23/08/2014- 16:14(Sab)
Chances - Five for Fighting

Pessoas dançam na rua


Pessoas dançam na rua e se sentem felizes, pessoas se abraçam e escutam músicas que acomodam suas almas, vejo pessoas lendo numa cafeteria e buscam mudanças. Pessoas tem amigos e postam fotos de uma vida que talvez elas não tenham, mas elas nunca estão sozinhas. Pessoas correm para casa numa noite chuvosa e lá encontram outros braços que se entrelaçam pela noite. Pessoas caminham e sorriem como se não houvessem problemas, pessoas limpam suas gavetas, pessoas se maqueiam e seguem seus destinos. Tudo ao redor muda, o mundo gira e as horas passam, pessoas erram e acertam, mas continuam de pé realizando coisas reais. Pessoas dançam na rua, pessoas são felizes nas pequenas coisas que outros ignoram e enxergam as luzes que refletem para outras pessoas que seguem seu destino buscando felicidade.


Written By:Karrike Bongiovi 
27/08/2014-23:25 (Qua)

Então me diz


Então me diz quando foi que eu deixei de pensar em você? Posso desaparecer, posso sumir por um tempo e mesmo assim continuo vendo sua vida por uma tela colorida e fria. Espera um pouco tudo vai se encaixar uma hora dessa, tudo pode ser melhor e vendo você feliz eu acredito nisso. Tudo bem se demorar, tudo bem se não for pra ser, nunca estivemos errados, você me conhece pelas minhas palavras e me reconhece pelos sentimentos. De longe eu carrego essa armadura pra te proteger e você se sente protegida contra os fantasmas que te aterrorizam a noite. Então me diz quando eu deixei de acreditar, jamais, isso é algo que não posso deixar morrer, isso que monta as palavras e que me ajuda a levantar todas as manhãs, isso está no simples fato de você dividir esse imenso mundo comigo.


Written By: Karrike Bongiovi 
26/08/2014- 21:57(Ter)

Eles Venceram


Eles estão bem com suas companhias a noite e tudo está bem, eles conseguiram aquilo que destruí por inércia, por arrogância, já não vejo as manhãs que eles contemplam, no quente da noite eles sorriem enquanto eu imagino alguém que está por ai vivendo sobre meus cacos. Eles tem coisas novas e empilham móveis novos pela casa e eu disfarço que sou alguém dentro de outro mundo a cabeça está no espaço e os pés atolados na lama, eles venceram uma luta que eu perdi quando não entrei no ringue. Eles brilham nos seus carros e carreiras enquanto eu me afogo num sono que traga os dias e consome minha vida, eles andam vencendo seus inimigos e eu vou me apagando em frente ao espelho, o sinal está no vermelho pra mim em meio a ruas desertas abaixo a cabeça e sigo a sina, ninguém nota, ninguém se importa. Eles venceram e dormem,o sono dos justos, enquanto me sinto impuro e magoado pelos erros que me trouxeram a essa realidade que eu criei para mim. Então eles venceram e agora eu sei que chegou a minha hora de tentar ou morrer, eles venceram aquilo que eu não pude vencer.


Written By:Karrike Bongiovi 
20/08/2014-03:01(Qua)

sábado, 30 de agosto de 2014

Distância e Saudade


Saudade de algo que andamos sentindo, tristeza do outro lado da tela, estou precisando de alguém pra dividir coisas diárias. Saudade de alguém que andou sumindo destas teias de fibra ópticas, certo que hoje terá alguém do seu lado e eu estarei mais uma noite mergulhado na escuridão. Saudade e distância, existem pessoas felizes do outro lado me esperando com um sorriso que eu não conheço, mas estou bem na medida certa. Saudade de alguém estranho que precisa apenas de uma palavra de alguém que como eu precisa de carinho. Estou na escuridão tentando me manter acordado, tentando manter o resto de esperança que a saudade espalhou em nós.

Written By: Karrike Bongiovi 

19/08/2014-23:15(Ter)

domingo, 24 de agosto de 2014

Esquecidos


Nos escondemos até que o mundo nos esquecessem, vivemos coisas que ninguém nunca viu, sentimos saudade em quartos vazios e por muito tempo fiz de você um mundo de um ser só, e você segurou meu coração em frases que todo mundo via e nunca entendia. Eu arranquei algo do peito para que você seguisse sua vida. Nos escondemos e nos perdemos nos próprios erros, eu um idiota, você alguém sem coragem pra mandar o mundo se foder e quantas vezes os travesseiros e as madrugadas foram testemunhas de sonhos que foram morrendo porque coisas novas que foram acontecendo, e fomos deixamos o silêncio e as palavras duras destruírem o que tanto escondemos,  brindemos algo que nunca podemos ter vivido. Somos tão rápidos que nos desperdiçamos em outras pessoas e nos findamos em coisas vãs. Esquecemos de todos os "bom dia" que esquecemos de dizer em manhãs que nunca enchemos as xícaras de café, esquecemos dos beijos e do cheiro que perfumava nossos abraços. Hoje o tempo esconde o mundo que habitamos e o que dizer mais, fui esquecido e pouco a pouco procuro esquecer você que insiste em permanecer presente em cores vivas e vibrantes dentro do meu silêncio e do pensamento mais secreto, bilhões de pessoas não sabem o que você e eu sabemos e fingimos que esquecemos.


Written By: Karrike Bongiovi 
17/08/2014- 22:47 (Dom)

Longos Dias


Acabou tudo e começa uma nova semana, onde estarei amanhã se tudo é meio incerto, eu não sei por onde antes todos estão construindo sonhos e eu vivendo um pesadelo. 
Tudo acabou e a solidão voltou, a cama está vazia e lentamente tudo vai morrendo ao meu redor. 
A semana começa numa manhã onde não precisei acordar a noite foi longa e as tragadas curtas e levemente fui me destruindo com palavras. 
Pouco a pouco todos vão sumindo e uma hora estarei sozinho no meio do nada. 
Tudo recomeça sem sentido e sem perspectivas, nada é certo nos meus longos dias.


Written By:Karrike Bongiovi 
18/08/2014-02:22(Seg)

Flores de Aço


Colhendo lembranças, experimentando novos olhares, eu digo "sim" e desejo coisas positivas, eu chamo o lado bom da vida pro meu lado e empurro tudo de ruim para um canto onde eu não precise voltar. 
Plantando flores novas que floresçam numa melhor estação, mudando de plano buscando sorrisos em dias iguais. 
Estou colhendo flores de aço num jardim de inúmeras possibilidades, cheguei aqui e não vou mais voltar.


Written By: Karrike Bongiovi 
09/08/2014- 23:43 (Sab)

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Antes que Você Esqueça


Antes que você esqueça eu estou aqui, antes que você esqueça eu estou de braços abertos, então venha e descubra como ser feliz, eu vivo porque eu conheço a verdade nos seus olhos. Antes que eu esqueça eu estampei pedaços de nós dois pelas paredes e antes que você esqueça amo você. Existe pedaços de nós dois pelas estrelas vagando pelo universo. Antes de tudo eu escuto as batidas do seu coração e que esconde atrás dos olhos. Antes que você esqueça estou chorando e sorrindo ao mesmo tempo, estou caminhando por caminhos tortuosos e não me falta fé para acreditar num amanhã glorioso. Antes que você esquece vivemos debaixo do mesmo céu ensolarado. Então tenha coragem e venha se despindo de toda dor e medo porque sou capaz de te proteger das injúrias e pedradas que viram de todos os lados. Antes que eu esqueça peço a você que acredite em mim, estou movendo metade do mundo e curando medos para viver ao seu lado.


Written By: Karrike Bongiovi 
18/08/2014-01:58 (Seg)

Garota Hipotética


Aquela lembrança silenciosa, aquele momento de saudade, me falta lucidez e sobra vazio. Aqueles sonhos interrompidos, aquele adeus que nunca houve, hoje eu disse tudo que os anos esconderam, mas foi apenas um sonho. Aquela angústia, aquele rigidez dos dias calejaram, nada restou além de alguns livros e as diversas lembranças. Aquele silêncio, aquela distância que já não importa. Aquela estranheza que nos pertencem, aquele dia que você cruzou a porta e se foi e é neste silêncio é onde enterramos nossa história. Aquele sonho, aquele momento que acordei foram coisas que deixaram mais distante o que eu carregava de você. 


Written By: Karrike Bongiovi 
13/08/2014- 15:47 (Qua)

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

A Saudade que Acorda


Acordei com saudade de você e me senti apenas um idiota buscando sei lá o que. Saudade de alguém sem rosto, me sinto estupido quando penso que o mundo que criei poderia ter me feito um cara melhor. Acordei preso a um sonho cinza, alguém hoje está mais viva dentro do meu coração com uma faca quente que transpassa e fere, mas tudo bem é apenas um do comum como tantos outros e logo vai chegar a noite e a esperança se torna viva pro outro dia e nada muda. Acordei sentindo saudade de alguém que me deixou sem nunca ter vindo.
Written By:Karrike Bongiovi 
11/08/2014 -10:38(a.m)(Seg)

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Encaixotando Velhas Coisas


Eu busquei no infinito além do mar e te tanto esperar precisei me levantar e seguir. Não puder mais sentir aquele sentimento que de bonito se tornou cansativo e inativo, me perdoe agora estou desmanchando lembranças e desmontando os sonhos, foram tantas expectativas e hoje eu sinto algo simples, espero que você esteja em paz. Eu alcancei um estágio que eu tenho escolhas próprias, então vou recomeçar, juntar caixas e mudar o destino,
a próxima manhã será diferente, estou seguindo uma nova jornada, onde eu possa sorrir.


Written By:Karrike Bongiovi 
06/08/2014- 03:27 a.m(Qua)

domingo, 3 de agosto de 2014

Não, eu não quero você


Não, eu não quero você se for pra me deixar pelo caminho desiludido e 
triste porque de você espero uma vida longa. Não, eu não quero você se não 
for pra me fazer feliz, não preciso de alguém pra estragar o meu sorriso, 
então só venha se for pra somar porque eu não quero uma vida dividida. 
Não, eu não quero viver numa depressão por causa de uma escolha errada, 
então chegue com flores e fique aconteça o que acontecer, já superei fases 
dolorosas, já vi o inferno, já vi meu coração se dividir em dois e busco muito 
mais do que só um prazer momentâneo, busco um dia a mais de alegria. 
Não, eu não quero você se não for pra seguir sem medo, já provei o amargo 
e deslizei pelas doçuras que azedaram meus dias esquecidos, então venha 
em paz e vamos viver as escolhas e as vontades certas.
Written By:Karrike Bongiovi 
31/07/2014- 02:11(Qui)

quinta-feira, 31 de julho de 2014

O Gosto das Manhãs


Levantei com seu gosto na minha boca, mas parece que nada foi real, ainda sinto aquele abraço e sinto falta do tempo que eu era o foco das suas atenções, hoje sou um estranho, você mergulhou em outros braços e superou, pena que não pude dizer tudo que guardei nessa caixa de insônia. 
Suas escolhas descartaram meus sentimentos e olhando para frente eu não vejo se me encaixaria onde nunca me encaixei. 
Um vez você me disse que o amor não tinha fim e você foi o começo do meu fim, estou aqui mais uma vez sendo o mesmo idiota e você detesta quando eu lembro de tudo que desgastei dentro de você. 
Eu levantei numa manhã comum e fiz uma escolha deixa seus pedaços e minhas esperanças pelo caminho, assim deixando claro pra mim mesmo que eu poderia deixa de sentir esse mesmo gosto todas as manhãs.


Written By:Karrike Bongiovi 
31/07/2014- 01:07(Qui)

terça-feira, 29 de julho de 2014

Ultima Lição


Essa foi a última lição, e a visão que eu tenho sobre você é diferente do resto do mundo, porque eu sei quem você é. Talvez por isso,você tenha medo e se esconda entre o tempo e o esquecimento. A ultima lição foi aplicada e quando o mundo tentar te engolir talvez,você lembre que você desmontou o quebra cabeça, mas todas as vezes que houverem rosas no jardim lembrarei de um tempo onde fui feliz. Eu sinto a sua falta e resta apenas lembranças simples que o tempo vai desperdiçando, essa foi a última chama que se apagou de uma forma indiferente, houve tantas expectativas, houveram tantas lágrimas e alguns desencontros. Essa foi a última foto que queimei, foi as últimas linhas, estou de partida para aprender a amar em outros braços, eu conheço seus caminhos e tenho algo seu que ninguém conhece, essa foi a ultima sensação, eu não precisei gritar, não precisei brigar os pedaços foram arrancados com o tempo e lentamente fui entendendo o lugar onde eu sempre deveria ter ficado.


Written By:Karrike Bongiovi 
29/07/2014-02:16(Ter)

Ninguém Sobrou Aqui


Alguns sentimentos parecem fortes e eu me indago se eles são verdadeiros ou falsos, já interroguei meu coração e vi que ele está tão livre como um pássaro no céu. Você não entende que forte é a forma doce que tenho pra escorregar meus dedos entre seus cabelos, você não sobrou em nada, você acha que eu procuro alguém com palavras, não. Então estou escrevendo uma declaração que mude seu dia, algo que você entenda que todas as vezes que você vem aqui você acende uma chama no meu peito. Então fique calma e sinta as sensações, vamos pôr fogo nesta cama e esquecer do mundo isso é o jeito certo de rolar os nossos sentimentos. Ninguém irá  sobrar aqui, ninguém irá ficar triste. Sinta algo forte nestas palavras, muitas delas são pra você. Ninguém sobrou aqui.


Written By:Karrike Bongiovi 
28/07/2014- 23:22(Seg)

domingo, 27 de julho de 2014

Te Amei


Te amei de todas as formas possíveis. 
Te amei até esquecer de quem eu era. 
Te amei em gotas que se tornaram oceanos.
Te amei sobre lençóis em uma cama em parte vazia.
Te amei pelos espelhos que refletiam apenas uma imagem.
Te amei entre os dedos onde a areia do tempo se perdeu.
Te amei onde era brasa e agora são apenas cinzas.
Te amei nos piores dias, na solidão interminável.
Te amei nos pequenos detalhes que se perderam dos seus olhos e na pulsação frenética de uma espera incansável que no passar dos dias cansou.
Te amei criando cores, te colei em vários porta-retratos até você sumir lentamente.
Te amei até o último verso, até a ponta do abismo onde tentei pular sem razão.
Te amei me despindo do orgulho e das vaidades.
Eu te amei entre nuvens e adjetivos simples.
Te amei sendo um bobo que acreditou na sua coragem.
Te amei até o infinito possível e quando a fonte secou as gotas encheram os oceanos que nunca mergulhamos.
Eu te amei até me reduzir a uma átomo, te amei além do universo.
Houve um segundo que te amei com a alma.
Te amei na chegada e nas inúmeras partidas.
Te amei sendo um grão de areia ao vento.
Te amei no simples fato de ter vivido ao seu redor.
E te amei porque no final eu entendi que poderia construir centenas de histórias que te moldam nesse mosaico que monta a nossa vida.

Written By: Karrike Bongiovi
27/07/2014- 01:27 a.m (Dom) 

A Great Big World & Christina Aguilera - Say Something

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Já faz tanto tempo que eu já não lembrava


Já faz tanto tempo que eu não lembrava, já se passaram algumas 
estações, mudamos os pensamentos, mas algumas vezes quando 
estou sozinho lembro de você e isso me deixa sem chão. Eu daria 
qualquer coisa pra esquecer, eu tento viver em outras rodas 
sociais, mas sempre no primeiro gole você desce pela minha 
garganta e se acumula na minha cabeça. Você me empurra no 
abismo em todos os sonhos e eu tento esquecer , mas parece um 
vício, nunca sei onde você vai aparecer, já faz tanto tempo 
que me tornei um chato buscando em coisas esquecidas algo que 
me mantenha aceso, essa é a hora me confirmar que a vida passa 
e permanecer estagnado me fará apodrecer. Já faz tanto tempo e 
está surgido uma nova estação e eu preciso mudar.
Written By: Karrike Bongiovi 
23/07/2014-21:42(Qua)

domingo, 20 de julho de 2014

Distante


Distante eu sinto o peso do seu corpo contra o meu, distante eu posso imaginar as coisas que não posso viver ao seu lado. 
Eu já criei diversos fins e não adiantou eu não consigo colocar um ponto final. 
Distante eu escuto seus passos e sinto suas mãos percorrendo o meu corpo. 
Distante eu monto cenas que nunca existiram e isso cria histórias. 
Distante eu sinto você e tudo escurece, mas você ofusca outras garotas e assim vou enganando essa solidão.


Written By:Karrike Bongiovi 
12/07/2014-22:50(Sab)

Não sou ninguém


Não sou ninguém diante de um mundo em que sou esquecido, de vez em quando vem uma lembrança e me sinto preso num quarto vazio e parece que a gola da camisa aperta, fui deixado no caminho. 
Não sou ninguém importante e me sinto tão pequeno diante da imensidão de outras pessoas que estou morrendo no mesmo canto, vou buscando algo novo e vou desistindo de acreditar, porque o que meus olhos veem me destroem em milhões de pedaços. 
Eu não sou ninguém e a solidão assola, vejo o mundo em festa e eu jantando sozinho. Eu não sou ninguém importante pra ninguém e isso me acompanha todas as noites.


Written By:Karrike Bongiovi 
20/07/2014- 20:48(Sab)

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Antes que você esqueça


Antes que você esqueça eu estou aqui, antes que você esqueça eu estou de braços abertos, então venha e descubra como ser feliz, eu vivo porque eu conheço a verdade nos seus olhos. Antes que eu esqueça eu estampei pedaços de nós dois pelas paredes, eu manchei minhas mãos com tudo que construímos e estamos por ai juntando coisas que deveríamos usar de vez em quando.

Antes que você esqueça eu estou aqui com o meu melhor sorriso, estou com um sentimento puro pulsando dentro do meu peito e cada dia longe de você é como se eu estivesse desperdiçando a vida e deixando a felicidade em um canto da sala, antes que eu esqueça de dizer: Eu te amo.

Antes que você esqueça eu estou aqui em cima desta ponte olhando para as estrelas buscando ideias que mexam com essa água parada e agora como todas essas revoluções silenciosas eu sei bem mais do que ontem, e eu vivo porque eu conheço sua mente e todas as vezes que você pensa em mim eu sinto e fico aqui lembrando do quando você é importante para alguém tão esquecido por você.

Antes que eu me esqueça eu tenho escrito pouco pra você, talvez porque eu esteja sentindo que eu ando sendo esquecido, então eu busquei novas linhas e elas ainda me trouxeram até você e antes que eu esqueça quero que você saiba que eu não sou um maluco ou obcecado, sou alguém que viu em você uma inspiração, e estou aqui antes que você se esqueça.

Written By: Karrike Bongiovi 
07/07/2014